Reserva Cultural
  •  

A Magia do Cinema inspira

Aqui na Badadi nós temos uma relação de amor com o Cinema. Não só por sermos o braço digital da Auwe, uma empresa que já tem uma longa história com o segmento, sendo uma das primeiras empresas a apostar na distribuição de conteúdo digital no Brasil, mas também por nacionalizarmos vários trailers e filmes de sucesso, que fatalmente chegam primeiro aqui. Justamente por essa particularidade, o Reserva Cultural, um dos cinemas mais charmosos aqui de São Paulo nos procurou para criar uma animação que, com certeza, é uma das peças produzidas aqui na Badadi que mais nos enche de orgulho: Uma vinheta de segurança, aquela que passa antes de qualquer filme exibido no cinema, mas que tivesse todo o encanto e beleza que tanto o cliente quanto o segmento demandavam.

Uma imagem vale mais que...

Para a missão de informar as regras de segurança características como: Não fumar, não falar alto, atenção as saídas de segurança, entre outras normas que tornam o ambiente dos cinemas mais civilizado e aconchegante, buscamos uma forma bem humorada e que tivesse o apelo necessário para que essas informações não passassem em branco. Para isso, utilizamos imagens icônicas do próprio mundo do cinema para ilustrar as telas que contêm a mensagem que o cliente gostaria de fixar.

“O cinema não tem fronteiras nem limites. É um fluxo constante de sonhos.”
Orson Welles

A Linguagem que o Cinema fala

E assim cenas de clássicos do cinema passam a figurar na tela, como que desenhadas a mão e em estilo vintage, comunicando os avisos e advertências necessários. Cenas de filmes que marcaram a história do Cinema, como Pulp Fiction e O Poderoso Chefão desfilam pelo vídeo com uma nova conotação, mas com o charme e a beleza que combinam tanto com o Reserva Cultural, sem deixar de passar a mensagem, que é o mais importante!

Assista o Vídeo e Inspire-se também

Pipoca

Criada com Adobe Photoshop e finalizado no After Effects, essa peça seguiu o caminho básico de qualquer produção de vídeo. Primeiro foi criada a ideia em torno da qual a animação ia girar, no caso a utilização de imagens de filmes. Depois montamos o roteiro, a sequência das cenas e as informações que cada mensagem deveria conter, e entre as transições que simulam uma virada de página, entra a mão com a caneta, como que desenhando cada uma das imagens que ilustram as peças. Além disso, cada cena conta com algum movimento que remeta ao desenho, como a fumaça que se move na ilustração do filme Pulp Fiction. Com todos os elementos produzidos separadamente no Photoshop, foi a hora de juntar tudo no caldeirão do After Effects para que o resultado fosse esse vídeo sensacional que tem a cara do Reserva Cultural. E aí, merece um Oscar?

Compartilhe com seus amigos

Topo